Ouça nosso boletim

Desmoralizaram os professores

Gilberto Dimenstein


Apenas 2% dos estudantes do ensino médio querem ser professores – esse índice se aproxima de zero quando computados os alunos de maior aquisitivo, que estudam em escolas privadas. Esse fato mostra que a profissão de professor está em baixa, diria até desmoralizada. Há dados ainda piores no relatório sobre a  confusões do professor que a Fundação Victor Civita encomendou à Fundação Carlos Chagas. O pior dos dados: os futuros professores são recrutados entre os alunos com as piores notas, sendo que quase 90% são de escolas públicas. Portanto, o curso de licenciatura e pedagogia é, para muitos, a opção de quem não tem opção.  O resto é apenas consequência. Considero a profissão de professor a mais nobre que existe. Mais nobre, por exemplo, do que a medicina --afinal, sem professor ninguém chegaria a uma faculdade de medicina. Não é compatível, portanto, um projeto de nação civilizada com a categoria de professor desmoralizada.

Fonte: Folha Online, 01/02/2010 - São Paulo SP

	Array
(
    [0] => No page with id root
)