Ouça nosso boletim

Boletim SinepeNOPR – 22 de novembro de 2016

Boletim SinepeNOPR – 22 de novembro de 2016

Empresas juniores

 As 40 empresas e consultorias juniores de Maringá envolvem cerca de 600 alunos. Destes, 66% têm fluência em inglês e 15% em espanhol. Os números constam num estudo feito pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem) que será apresentado nesta terça-feira (dia 22), às 16 horas, no segundo piso da sede da Associação Comercial e Empresarial de Maringá (ACIM).

Planos após a graduação

Das empresas e consultorias juniores de Maringá, 20 são da UEM, 17 são da Unicesumar, uma é da Feitep, uma é da PUC e uma está em criação pela FCV. O estudo mostra ainda que 52% dos alunos pretendem continuar na cidade após a conclusão da graduação, sendo que deste percentual, 70% responderam que as oportunidades de emprego influenciam na escolha.

Alfabetização

Terminam na sexta-feira, 25, as provas da Avaliação Nacional da Alfabetização (ANA) para 2.707.348 alunos de escolas públicas do país. O exame avalia o nível da alfabetização em português e dos conhecimentos em matemática de estudantes do terceiro ano (oito anos de idade) do ensino fundamental. As provas começaram a ser aplicadas no dia 14 último, em 48.860 escolas de 5.545 municípios.

Crianças avaliadas

Nesta edição, estão previstos 92.450 atendimentos especializados, o que representa 3,4% do total de 2,7 milhões de crianças avaliadas. Foram solicitados 326 atendimentos especializados para cegueira, 26 para surdocegueira, 1.080 para surdez, 4.562 para baixa visão e 86.456 para outras deficiências e transtornos.

Enade

O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) de 2016 teve a participação de 90,7% dos inscritos e registrou a menor taxa de abstenção para o primeiro ciclo avaliativo, que compreende as áreas de saúde, ciências agrárias e áreas afins. A abstenção foi de 9,3%, contra 14,1% em 2013, e 19% em 2010. No total, 195.859 concluintes de cursos de graduação de 18 áreas fizeram as provas no domingo, 20.

Cursos

As áreas de avaliação do Enade são definidas de acordo com o ciclo trienal do exame. Em 2016, participaram os estudantes de agronomia, biomedicina, educação física, enfermagem, farmácia, fisioterapia, fonoaudiologia, medicina, medicina veterinária, nutrição, odontologia, serviço social e zootecnia. Também foram avaliados os concluintes de cursos de tecnólogo nas áreas de agronegócio, estética e cosmética, gestão ambiental, gestão hospitalar e radiologia.

 Lei do Fies

O STF julgou improcedente a Ação Direta de Inconstitucionalidade, feita pela Confenen contra dispositivos da Lei 10.260/2001, que impede as faculdades de resgatar os títulos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) antecipadamente, caso estejam em débito com a Previdência Social. Por unanimidade, os ministros consideraram constitucional o artigo 12 da lei do Fies, que impede o resgate antecipado dos títulos da dívida pública em posse de instituições de ensino que estejam em débito com a Previdência.

Medida Provisória

O Senado aprovou no último dia 9 a medida provisória 55/2016, que transfere da União para as instituições de ensino superior a obrigação de remunerar os bancos pelos custos decorrentes da concessão do Fundo de Financiamento Estudantil. A decisão vai impactar 1.358 faculdades privadas no Brasil. De acordo com a lei que criou o programa, os bancos devem ter remuneração correspondente a 2% do valor dos encargos educacionais liberados. Fonte: São Paulo - IG Educação

Concurso para secretário

O processo seletivo que irá, segundo o prefeito eleito Marcelo Belinati (PP), definir o secretário da Educação de Londrina recebeu 129 inscrições. Deles, 70 vivem na cidade, mas há também `gente do Ceará, da Paraíba, do Mato Grosso, de São Paulo`, comentou o político. O prazo terminou na terça-feira (15).

CEO

`Será um processo semelhante ao da escolha de um CEO de uma empresa`, prometeu o novo prefeito. `Haverá análise curricular, psicológica, se a pessoa tem conhecimento da rede pública municipal de Londrina`, elencou. `Serão selecionados de três a cinco nomes, submetidos a mim, que darei a palavra final.` A opção pelo `concurso` não foi uma promessa de campanha.

 Doutorado

A estudante Izabelle de Mello Gindri, bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), chegou ao fim do doutorado pleno por meio do Programa Ciência sem Fronteiras com uma experiência vitoriosa. Ao longo de três anos na University of Texas at Dallas (UTD), publicou cinco artigos como autora principal em revistas com fatores de impacto de relevância. Além disso, é autora de uma aplicação de patente que envolve o projeto.

Treinamento

A experiência no exterior foi fundamental para o desenvolvimento do trabalho, argumenta a bolsista. “A minha orientadora nos Estados Unidos, professora Danieli Rodrigues, me proporcionou o treinamento em várias técnicas e equipamentos de alta tecnologia. Além disso, recebi o incentivo dela para atender conferências onde tive oportunidade de entrar em contato com os melhores profissionais da área de biomateriais, e também de conhecer a pesquisa de outros grupos”, lembra a pesquisadora.

Premiação

Além das publicações, em 2015 Izabelle recebeu o prêmio Jonsson Family Graduate Fellowship in Bioengineering por destacado desempenho acadêmico na UTD. “Um aspecto muito importante no meio acadêmico dos Estados Unidos é que alunos que têm um bom desempenho dentro da universidade são reconhecidos e valorizados. Isto faz com que o meio seja competitivo, o que resulta em um maior engajamento dos estudantes nas atividades acadêmicas e maior produtividade”, descreve Izabelle.(Assessoria de Comunicação do MEC)

 

Maringá, 22 de novembro de 2016.

 

 Assessoria de imprensa SINEPE/NOPR

 

	Array
(
    [0] => No page with id root
)