Ouça nosso boletim

Boletim SINEPE/NOPR – 01 de dezembro de 2016

Boletim SINEPE/NOPR – 01 de dezembro de 2016

 

Microdados do Saeb disponíveis

Já estão disponíveis para consulta no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) os microdados da edição 2015 do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb). O conjunto de dados permite que gestores, pesquisadores, instituições e interessados na área da educação realizem diagnósticos, estudos e pesquisas que subsidiem o planejamento e a proposição de ações no âmbito escolar e das redes de ensino.

Políticas públicas

Os dados também possibilitam a formulação e a avaliação de políticas públicas na área educacional, visando contribuir com a melhoria da qualidade, equidade e eficiência da educação básica brasileira. O pacote dos microdados Saeb 2015, além dos dados em si, apresenta dicionário, arquivo Leia-me e documentos técnicos, matrizes de referência, escalas de proficiência, questionários, planilhas de resultados, e programas para leitura dos arquivos de dados nos pacotes estatísticos SAS e SPSS. Acesse os microdados do Saeb 2015. Assessoria de Comunicação Social do Inep

 

Destruição

Em avaliação preliminar, o Ministério da Educação calculou em R$ 172.829,10 o custo para recuperação dos materiais e equipamentos destruídos durante ataque realizado por um grupo de vândalos à sede do ministério na noite desta terça-feira, 29. Foi identificada a destruição de 38 placas de vidro da fachada do prédio, cada uma com 5 metros quadrados, espelhos de fachadas e de elevadores, revestimentos de paredes, divisórias de madeira e de vidro, computadores, câmeras de segurança, balcões de vidro da entrada do prédio, televisores, além de cinco caixas eletrônicos.

Roubos

Os manifestantes ainda roubaram extintores de incêndio, cadeiras, bancos e computadores e depredaram um carro oficial. Os custos não incluem o valor dos serviços de recuperação do prédio e instalação dos equipamentos. O MEC repassou à Polícia Federal imagens do circuito interno de TV, vídeos feitos por servidores e fotografias. Servidores vítimas da violência foram liberados para prestar depoimentos à Polícia Federal. Assessoria de Comunicação Social do MEC

 

Professores retornam da Finlândia

Professores da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica de todas as regiões do Brasil que participaram, este ano, de projetos de pesquisa em ciências aplicadas na Finlândia vão narrar as experiências em seminário previsto para os dias 7 e 8 de dezembro, em Maceió (AL), durante o 11º Congresso Norte–Nordeste de Pesquisa e Inovação (Connepi).

 

Professores para o Futuro

Os professores passaram três meses naquele país europeu e participaram dos trabalhos ao atender à Chamada Pública nº 26/2015 dos Ministérios da Educação e da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação, por meio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). São aproximadamente 50 profissionais que concluem a terceira etapa do programa Professores para Futuro.

 

Expedições

Cientistas brasileiros que estudam a história da formação geológica e climática da Terra, a partir de registros em sedimentos e rochas do fundo do mar, podem participar das expedições anuais do navio Joides Resolution, que realiza pesquisas marinhas pelo International Ocean Discovery Program (Iodp). São programadas de quatro a cinco expedições científicas por ano. A próxima viagem, a Expedição 369, coletará amostras da crosta terrestre nas profundezas oceânicas de uma área sedimentar situada entre a Austrália e a Nova Zelândia, entre 26 de setembro e 26 de novembro de 2017.

Formação de rochas

O objetivo dos pesquisadores é analisar as condições de formação da camada de pré-sal, no período cretáceo, quando havia pouco oxigênio nos oceanos. Essas rochas são as mesmas que existem no litoral do Brasil e sob as quais se encontra uma reserva de petróleo. Há interesse global em pesquisar a formação dessas rochas e a relação com as correntes tropicais, como o fenômeno El Niño. Mais informações na página da Expedição 369 na internet. As. Com. MEC - Rovênia Amorim

 

Adesão ao ProUni

O Ministério da Educação, por meio da Secretaria de Educação Superior (Sesu), definiu o cronograma e os procedimentos relativos à adesão ao Programa Universidade para Todos (ProUni), que garante a estudantes de baixa renda bolsas de estudo em instituições particulares de educação superior. De acordo com o edital publicado nesta terça-feira, 29, os representantes das instituições têm até as 23h59 de 14 de dezembro para manifestar interesse em aderir ao programa. A adesão será efetivada até 16 de dezembro, no mesmo horário.

Renúncia Fiscal

O MEC consegue realizar o programa por meio de renúncia fiscal. Em 2015, o valor chegou a R$ 970.434.955. A previsão da Lei Orçamentária Anual  para 2016 é de R$ 1.279.543.726, convertidos para as bolsas ofertadas pelo programa.

O Edital da Sesu nº 93/2016, com a definição do cronograma de adesão das instituições ao ProUni, foi publicado no Diário Oficial da União de terça-feira, 29. Assessoria de Comunicação Social 

Livros Didáticos

O Ministério da Educação liberou R$ 116 milhões para o Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). O valor será repassado ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão responsável por efetuar o pagamento às editoras e à Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, encarregada da distribuição dos exemplares.

Investimento

Por meio do PNLD foram adquiridos 144,8 milhões de livros e obras literárias. Escolas públicas de ensino fundamental receberão, em 2017, 112,9 milhões de exemplares, enquanto escolas de ensino médio receberão 31,9 milhões. Para garantir esse direito aos estudantes brasileiros, o MEC investiu mais de R$ 1,2 bilhão, beneficiando quase 30 milhões de alunos e 117 mil escolas em todo o país.

 

Maringá, 01 de dezembro de 2016.

 

 

Assessoria de imprensa SINEPE/NOPR

	Array
(
    [0] => No page with id root
)