Ouça nosso boletim

Boletim do SINEPE/NOPR – 23 de Fevereiro de 2017.

Boletim do SINEPE/NOPR – 23 de Fevereiro de 2017.

Posse no Codem

Foi empossada ontem a nova diretoria do Codem. O empresário Ilson Rezende, do setor de tecnologia, assumiu a presidência para a gestão 2017-2018, substituindo o arquiteto Edson Cardoso Pereira.  O setor da educação está representado na vice-presidência por Wilson de Matos Silva Filho.

                                                                                                           

Prêmio Mulher Empreendedora

A pedagoga Cristiane Resquiti Paulino Strozzi, proprietária e diretora da Escola Criarte, foi escolhida pela Câmara da Mulher Empreendedora de Maringá para ser homenageada no próximo dia 13 de março com o prêmio Mulher Empreendedora, durante evento estadual para marcar o Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março. O evento de premiação será realizado no Hotel Rafain Palace, em Foz do Iguaçu.

 

Empreendedorismo

O evento é uma promoção da Câmara da Mulher Empreendedora e Gestora de Negócios do Paraná, ligada à Fecomércio-PR (Federação do Comércio do Paraná). O objetivo é homenagear as mulheres paranaenses que mais se destacaram nos municípios onde se encontram as Câmaras da Mulher Empreendedoras. As escolhidas, 21 mulheres representando cada uma das Câmaras do estado, reúnem características como empreendedorismo, história de vida, determinação, realização e sucesso.

 

Conselhos ao presidente

O Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES) fez 15 recomendações ao presidente Michel Temer que, na avaliação de membros do colegiado, contribuirão para a sustentabilidade dos primeiros sinais de recuperação que o país vem apresentando.

 

Grupos de trabalho

O CDES possui grupos de trabalho dedicados aos temas de ambiente de negócios, de educação básica, de agronegócio, de produtividade e competitividade e de desburocratização e da modernização do Estado.

 

Ambientes de negócios

Em ambiente de negócios, os CDES apontam a simplificação tributária, o aumento da segurança jurídica e a desburocratização dos processos de licenciamento. Na educação: banda larga nas escolas para o desenvolvimento de capacidades cognitivas.

 

Agronegócio

Agronegócio: pluralidade no Plano Safra, aumento do acesso a mercados por meio de novos acordos comerciais e investimento em logística. Desburocratização: governo digital, o plano de longo prazo e a boa-fé no trato do poder público com cidadãos e empresas.

 

Produtividade e competitividade

Por fim, no grupo de produtividade e competitividade, as sugestões são o estímulo à ciência, tecnologia e inovação, o desenvolvimento de infraestruturas de logística, digital, de telecomunicações e de energia e a modernização da legislação trabalhista.

 

Educação básica

Na Educação, os conselhos são: implementar uma política nacional de formação inicial e continuada de docentes e gestores, com foco na prática, valorizando aspectos motivacionais, competências interpessoais e de liderança, articulada às carreiras por meio de certificação nacional e do estabelecimento da promoção em bases meritocráticas; Garantir a implantação da infraestrutura de conectividade por meio de wifi aberto e banda larga até as salas de aula, complementada pelo desenvolvimento de uma cultura digital, o que inclui: habilidades, conteúdos, ferramentas e plataformas, com objetivo de formar o cidadão do século XXI; Coordenar, por meio de uma instância interministerial, a execução e o monitoramento do Marco Legal da Primeira Infância  (Lei 13.257/2016), fomentando a realização de um pacto entre Governos Federal, Estaduais e Municipais, que possibilite sua efetiva ação.

 

Temas para o vestibular

O jornal Gazeta do Povo apresenta alguns temas “quentes” que podem cair nos vestibulares de Inverno e de Verão de 2017. A matéria dá dica para que os estudantes busquem informações em fontes confiáveis (como grandes jornais, revistas e portais) e fujam de conteúdos partidarizados ou sem fonte reconhecida, que costumam ser muito compartilhados nas redes sociais.

 

“Apostas”

Entre “as apostas” dos professores ouvidos pela reportagem, estão: Reforma Protestante que, em 2017, completa 500 anos; processos migratórios, devido à proposta do presidente americano Donald Trump de construir um muro na fronteira dos Estados Unidos com o México; Doenças que estavam controladas no Brasil, mas voltaram, como a sífilis e a febre amarela; a “onda conservadora” que ganha fôlego não apenas no Brasil, mas também nos Estados Unidos e nos países europeus;  Carlos Drummond de Andrade que deve receber homenagens em 2017;  e Reforma do ensino médio.

 

 

 Maringá, 23 de Fevereiro de  2017.

 Assessoria de imprensa SINEPE/NOPR.

	Array
(
    [0] => No page with id root
)