Ouça nosso boletim

Boletim do SINEPE/NOPR – 16 de Fevereiro de 2017.

Boletim do SINEPE/NOPR – 16 de Fevereiro de 2017.

Gerenciamento de cobrança

Os jornais em todo país tem divulgado a situação preocupante de muitas escolas privadas. As notícias variam entre a inadimplência dos alunos a migração para escolas públicas. Este é um momento em que os gestores das escolas particulares devem estar, mais que nunca atentos, aos detalhes.

Inadimplência

O Portal Universo Inspira dá dicas de como tratar com inadimplentes. Primeiro, sugere que a negociação seja diferente para cada caso. “Chame, individualmente, os pais para conversar. Entenda os motivos que os levaram à inadimplência. Negocie com eles, dê descontos para mais de um filho na mesma escola, peça para que eles indiquem outros estudantes para matricularem-se para o ano que vem e dê um bônus aos pais dos atuais alunos, a cada matrícula nova realmente efetivada”.

Negociador preparado

É fundamental que a escola tenha um administrativo preparado para negocia a inadimplência, especialmente em épocas de crise. O gestor deve se lembrar que a relação escolar não é de curto, mas de longo prazo”. A situação deve ser resolvida de maneira respeitosa e eficiente, evitando a exposição e o constrangimento do aluno.

Cumpra a lei

Outra lembrança do portal é a lei federal 9.870/1999, que trata dos contratos escolares nas escolas particulares. “Segundo esta legislação, não pode haver qualquer constrangimento ao aluno no que se refere à cobrança. A lei prevê que as escolas até podem não aceitar que os inadimplentes renovem a matrícula relativa a 2016, mas avalie antes se esta não é uma medida radical demais”.

Contratação de pais

Segundo o portal, existem casos de escolas que descobrem que o perfil de certos pais que perderam o emprego é exatamente o que estão precisando. “A produtividade de um funcionário que tem filho da escola é sempre alta. Com isso, eles voltam a ter uma renda e acertam com a escola”.

Modernização

O portal sugere a adoção de um novo sistema de gestão escolar que garanta, entre outras coisas, que você mantenha rigorosamente em dia as cobranças, “sempre respeitando as obrigações legais e tudo de forma automática. Um sistema de gestão escolar dinâmico, fácil de usar e moderno é um forte aliado em tempos de crise econômica. Não veja isso como uma despesa, mas sim como um investimento no seu negócio”.

Empatia e respeito

Normalmente, a inadimplência acontece porque a família está passando por momentos delicados. Por isso, uma abordagem sutil, empática e respeitosa na hora de cobrar demonstra que a escola está realmente preocupada com o bem-estar de todos, não somente com o lucro. É preciso, como em toda negociação, ouvir o outro lado e expor que a escola tem um orçamento alto e que o valor da mensalidade serve para manter a qualidade do ensino e da infraestrutura.

 O samba e os engraxates

O historiador social André Augusto de Oliveira Santos, elaborou o estudo ‘Vai graxa ou samba, senhor?’: a música dos engraxates paulistanos entre 1920 e 1950. A dissertação de mestrado foi apresentada na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) e enfoca a atividade dos engraxates paulistanos e a influência que eles tiveram não apenas no samba da cidade, mas até na formação e organização de algumas escolas de samba de São Paulo.

Estudantes para gringo ver

Estudantes brasileiros de pós-graduação nos Estados Unidos vão promover, em 11 e 12 de março, na University of Southern California (USC), em Los Angeles, mais uma edição da Brazilian Graduate Students Conference (Brascon). O encontro tem como objetivo promover ações de integração, comunicação e desenvolvimento profissional para pós-graduandos brasileiros naquele país, principalmente em áreas de pesquisa relacionadas a ciência, tecnologia, engenharia e matemática.

Referência internacional

O encontro é considerado referência internacional na difusão e troca de conhecimento científico e tecnológico para consolidar e expandir a ciência, a tecnologia e a inovação no Brasil. Este ano, o tema da conferência será Conectando Inovadores e Quebrando Barreiras. O evento prevê ainda a apresentação de trabalhos científicos, workshop de carreiras e uma feira de oportunidades com grandes empresas que atuam no Brasil.

Pesquisadores

Estão previstas palestras de pesquisadores brasileiros reconhecidos internacionalmente nas respectivas áreas de atuação, como a professora Angela Olinto, do Departamento de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Chicago, e o físico José Nelson Onuchic, professor da Universidade Rice, em Houston, Texas. Mais informações na página da Brazilian Graduate Students Conference na internet.

 Maringá, 09 de Fevereiro de  2017.

 Assessoria de imprensa SINEPE/NOPR

 

	Array
(
    [0] => No page with id root
)