Ouça nosso boletim

Boletim do SINEPE/NOPR – 09 de Fevereiro de 2017.

Boletim do SINEPE/NOPR – 09 de Fevereiro de 2017.

Estudos Pedagógicos

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) mantém, desde 1944, Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos (RBEP), de periodicidade quadrimestral, publicada em formato impresso e eletrônico. O conteúdo é composto por artigos inéditos, resultantes de pesquisas que apresentem consistência, rigor e originalidade na abordagem do tema e contribuam para a construção do conhecimento.

Seções

A revista abre discussão sobre diferentes etapas e modalidades da educação, tanto no que se refere a políticas educacionais quanto a práticas pedagógicas. A publicação mantém as seguintes seções: Estudos (Pesquisas Empíricas e Teóricas), Relatos e Experiência e Resenhas.

Conteúdo

A última edição da RBEP (número 247, volume 97), por exemplo, apresenta dez artigos que abordam avaliações, currículo e padrões educacionais; as avaliações, o índice de desenvolvimento da educação básica (Ideb) e suas relações com equidade, infraestrutura e regime de colaboração; gestão democrática e provimento de cargos; atendimento conveniado na educação infantil e relações público-privadas.

Formação de professores

A publicação também reúne artigos sobre aprendizagem da língua escrita na educação infantil, formação de professores, estudantes de letras e suas marcas de gênero, processos de escolarização de jovens da comunidade rural e desafios do trabalho docente com estudantes com deficiência. Além dos artigos, a revista contém relato sobre o uso de mapas conceituais pelos estudantes e outro dedicado à elaboração participativa de materiais didáticos na educação ambiental.

 

Ciências Animais

A pesquisadora brasileira Helen Barros publicou artigo na revista Journal of Zoological Systematics and Evolutionary Research, sobre o estudo sistemático das ciências animais ligado à pesquisa evolutiva. O estudo inclui a análise morfométrica de aproximadamente 190 crânios das três espécies de peixe-boi e a descrição do cariótipo.

Bolsa-sanduíche

Sobre a experiência no exterior, Helen salienta a importância da bolsa de doutorado-sanduíche. “Durante o período de pesquisa fora do país pude visitar vários museus para o estudo e pude aprimorar a língua inglesa, conhecer pesquisadores da área, além de vivenciar a rotina acadêmica na Universidade da Flórida como visiting graduate student.”

 

Publicação no exterior

Outro aluno que se beneficiou da bolsa-sanduíche foi Bruno Araújo que estudou em Portugal. O trabalho rendeu ao brasileiro publicação de um trabalho no livro Diálogos Lusófonos em Comunicação e Política. A publicação, em parceria com os professores Liziane Guazina, da Universidade de Brasília (UnB), e Hélder Prior, da Universidade da Beira Interior, de Portugal, tem como objetivo afirmar os estudos em comunicação e política no âmbito do espaço regional lusófono.

Internacionalização

Nos meses em que esteve em fora, além do trabalho de pesquisa quotidiano, o bolsista também estabeleceu contatos importantes para fortalecer laços em torno de novos projetos de pesquisa que envolvam Brasil e Portugal. “Isso vai diretamente ao encontro dos esforços de internacionalização do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UnB”, afirmou.

Ciganos

Uma proposta do senador Paulo Paim (PT-RS) cria o Estatuto do Cigano. O objetivo é garantir direitos básicos para essa parcela da população, como acesso à educação e à inviolabilidade do lar. Isso porque os ranchos e acampamentos de ciganos não são reconhecidos como lar e, muitas vezes, são invadidos durante batidas policiais. O projeto, que está em análise na Comissão de Educação, Cultura e Esporte, deve passar por mais duas comissões no Senado, antes de seguir para a Câmara dos Deputados. 

 

Trabalho a distância

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado deve votar um projeto que regulamenta o trabalho a distância e o teletrabalho. O texto, de autoria do senador Eduardo Amorim (PSDB-SE), altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e estabelece duas categorias de trabalho remoto: o regular, quando o profissional dá expediente fora da empresa, como representantes comerciais e motoristas; e o chamado teletrabalho, feito com o auxílio de novas tecnologias e equipamentos eletrônicos, como internet, telefones celulares e computadores.

 

 Maringá, 09 de Fevereiro de  2017.

 

 

 

Assessoria de imprensa SINEPE/NOPR

	Array
(
    [0] => No page with id root
)